Menu

Stay safe: nós oferecemos os portes de envio até 24 janeiro (PT Continental)

<i>Némesis - A Caça ao Criminoso Mais Procurado do Brasil</i> <small>de Misha Glenny</small>

Némesis - A Caça ao Criminoso Mais Procurado do Brasil de Misha Glenny

Fornecedor
Bertrand Editora
Preço normal
€15,93
Preço de saldo
€15,93
Preço normal
€17,70
Esgotado
Preço unitário
por 
IVA incluído.
EAN: 9789722532297

Edição: Jun 2016
Nº Páginas: 384

Sinopse:
Breaking Bad e A Cidade de Deus confrontam-se. Durante vários meses, entre 2013 e 2014, o jornalista britânico Misha Glenny viveu na Rocinha, uma favela gigantesca na zona sul do Rio de Janeiro onde moram 70 000 pessoas. Queria perceber melhor o Brasil, um país de estereótipos, como Copacabana e a Garota de Ipanema, que escondem quer o enorme potencial do país (é a sétima maior economia mundial) quer o seu lado mais sombrio da desigualdade e da violência alimentada pelas drogas (10 por cento dos assassínios mundiais acontecem no Brasil). Aqui surgiu também a curiosidade em torno de Antônio Francisco Bonfim Lopes, normalmente conhecido como Nem, que desempenhou o papel de verdadeiro líder da Rocinha. Como é que Nem, um jovem pai trabalhador, se tornou rei da maior favela do Rio; chefe de um cartel de drogas; e talvez o criminoso mais procurado do Brasil? Némesis é a história fascinante da ascensão de Nem no submundo implacável e aterrador do Rio de Janeiro e do domínio que exerceu na caótica cultura marginal. Nem tentou trazer o bem-estar e a justiça a um universo mergulhado na miséria e na cultura dos gangues mas rapidamente se viu envolvido num mundo de caçadores de fortunas, pastores evangélicos, polícias corruptos, herdeiros viciados, políticos quixotescos e de barões da droga. Das florestas tropicais e das prisões de alta segurança às favelas imundas passando pelos shoppings cintilantes, Némesis mostra-nos o trajeto do Brasil para a ribalta mundial - e a batalha pela maravilhosa mas maldita cidade do Rio de Janeiro em luta para se libertar de uma teia de corrupção, violência, drogas e pobreza. Nem é apanhado no meio de tudo isto, tolhido numa luta pelo futuro do seu país.